PROGRAMA EPI DA BASF APRESENTA:

USO CORRETO DO EPI

BASF / COMUNICA EPI

ARTIGOS TÉCNICOS

Manual de Uso Correto e Seguro Vestimentas com o dispositivo - Sistema Brisa de Aeração

O uso dos EPI é obrigatório e fundamental para a proteção da saúde do trabalhador - NR31 – Portaria nº 86/MTbE/03 de março de 2005.


Legislação:

O uso dos EPI é obrigatório e fundamental para a proteção da saúde do trabalhador - NR31 – Portaria nº 86/MTbE/03 de março de 2005.

 

Objetivo da NR31:

Estabelecer preceitos de forma a tornar compatível o planejamento das atividades da agricultura, pecuária, silvicultura, exploração florestal e agricultura

Através das Delegacias Regionais do Trabalho DRT, a Secretaria de Inspeção do Trabalho – SIT executará ações de fiscalização.

 

Cabe ao empregador ou equiparado:

  1. Fornecer EPI e vestimentas adequadas aos riscos, que não propiciem DESCONFORTO TÉRMICO prejudicial ao trabalhador.
  2. Fornecer EPI e vestimentas de trabalho em perfeitas condições de uso e devidamente higienizados, responsabilizando-se pela descontaminação dos mesmos ao final de cada jornada de trabalho e, substituindo-os sempre que necessário.
  3. Orientar quanto ao uso correto dos dispositivos de proteção.
  4. Disponibilizar um local adequado para a guarda da roupa de uso Pessoal.
  5. Fornecer água, sabão e toalhas para higiene Pessoal.
  6. Garantir que nenhum dispositivo de proteção ou vestimenta seja levado para fora do ambiente de trabalho.
  7. Garantir que nenhum dispositivo ou vestimenta de proteção seja reutilizado antes da devida descontaminação.
  8. Vedar o uso de ROUPAS PESSOAIS quando da aplicação de agrotóxicos.

 

Definição:

Especificamente os itens a) e h) acima se referem aos critérios de gestão para as garantias quanto ao conforto térmico, segurança, mobilidade e higiene “ocupacional” e “pessoal” dos trabalhadores; a AZ BRASIL EPI desenvolveu dispositivos e vestimentas especiais que oferecem os recursos necessários para as melhorias sugeridas.

 

Sudorese:

[imagem]

As glândulas sudoríparas écrinas, que estão distribuídas por toda a superfície do corpo produzem suor.

Essas glândulas são usadas para a regulação da temperatura do corpo.

O suor é composto por água, cloreto de sódio, sais minerais e demais substâncias orgânicas, sendo que a ureia, o dióxido de carbono, a amônia e o ácido láctico são os responsáveis pelos odores (substâncias voláteisque causam mau cheiro), assim como por substâncias gordurosas e secreções sebáceas que atacam a pele criando condições para o desenvolvimento de lesões superficiais (dermatoses).

 

Descrição do dispositivo Sistema BRISA de Aeração:

Este dispositivo é confeccionado com matéria-prima denominada talagarça (tela) 100% algodão, adaptada ao jaleco (blusão), na parte superior frontal e traseira, sobreposta por uma pala do mesmo tecido do jaleco, e pontualmente fixado por velcro no fechamento.

 

Este dispositivo assim como a marca é exclusivo e patenteado pela empresa AZ BRASIL EPI, indústria da confecção de vestimentas para proteção dos trabalhadores expostos aos produtos agrotóxicos, detentor do certificado de aprovação – CA do MTbE.

 

Conceito:

O dispositivo denominado Sistema BRISA de Aeração, foi desenvolvido pela empresa AZ BRASIL EPI para contemplar a NR31, item 31.8.9, que estabelece que o empregador rural ou equiparado, deve adotar no mínimo, as seguintes medidas:

a) - Fornecer EPI e vestimentas adequadas aos riscos, que não propiciem DESCONFORTO TÉRMICO prejudicial ao trabalhador.

Este dispositivo pode ser adaptado a quaisquer jalecos ou macacões, o objetivo é oferecer conforto ao trabalhador, pois aumenta sensivelmente a capacidade de troca térmica do corpo do trabalhador com o ambiente externo; este dispositivo permite que ocorra o fluxo (trânsito) de ar (brisa) em ambientes abertos, que através da tela de algodão permite a respiração do corpo do operador, melhorando a sensação térmica e promovendo conforto e bem estar.

                                                                                                                                      


 VOLTAR